.

.

.

.

terça-feira, 4 de abril de 2017

Autora pernambucana morando na Suécia se destaca em "As Seis Terras Sagradas"

portalliterario.com

Vanessa Cruz de Araújo, nascida em Recife, em 1981, aos doze anos de idade, Vanessa apreciava criar e contar historias para as amigas, que recebiam com grande interesse. No ano de 2007, seguindo um forte desejo, ela começou a escrever este conto, concluído somente em 2012.

Na crescente paixão da autora  por criar e escrever, "As Seis Terras Sagradas" foi aos poucos tomando grandes proporções, de modo a ser dividido em três partes.
Atualmente morando na Suécia, Vanessa inspirou-se nas antigas sagas islandesas, as quais ela estudou brevemente, para aprimorar seu romance. Formada em Ciências Biológicas pela Universidade de Pernambuco, ela redefiniu, a partir de seu amor por escrever, a sua profissão.

“Ante as adversidades, a fé é imprescindível. E, imerso em fé, o homem tem poder para ser e fazer o que deseja.”

Boa Leitura!

Escritora Vanessa Cruz de Araújo é um prazer contarmos com a sua participação na Revista Divulga Escritor, conte-nos o que mais a encanta na arte de escrever?

Vanessa Araújo - Sinto-me totalmente livre para me expressar e também aprecio a ideia de despertar emoções através dos contos que escrevo.

Em que momento pensou em escrever “As Seis Terras Sagradas – A Saga de Hadizat”?

Vanessa Araújo - Em 2007, inspirada primeiramente por um jogo de computador (Baldur's Gate II). A princípio, não havia um título nem se tratava de uma trilogia, mas, com o tempo, fui desenvolvendo.

“As Seis Terras Sagradas – A Saga de Hadizat” é uma trilogia, conte-nos de que forma está dividido o enredo, entre os livros, que compõe a trilogia?

Vanessa Araújo -Muito resumidamente, o enredo está dividido da seguinte forma:
Parte I - “Ziel-Dår e o Império das Sombras”introduz o leitor à dimensão em que se passa a história, às duas principais energias que compõem essa dimensão, à origem da Era de escuridão que tomou conta dela e à profecia que anuncia a vinda da poderosa Chama Sagrada, precursora de uma nova Era, pacífica e harmoniosa. Descreve sua origem, desenvolvimento e ações iniciais para a realização da missão.

Parte II - "Naish é Revelada" inclui os próximos passos da Chama Sagrada, ao lado de alguns companheiros (personagens antigos e novos). Foca na autodescoberta dela e desses companheiros, fundamentais para o sucesso da missão. Enfim, relata de que modo convocam os povos do mundo para a luta.

Parte III - "A Retomada" abrange a grande batalha, a vitória do bem sobre o mal.

Quais os principais desafios para a escrita da Trilogia?

Vanessa Araújo -Minha criatividade é intensa, logo, escrevo sob ímpeto, passo por cima de conveniências e regras. Logo, só tenho um grande desafio: a revisão.

De que forma estes desafios estão sendo superados?

Vanessa Araújo -Eu dou, alegremente, o melhor de mim para o meu trabalho. Com disposição e paciência, vou revisando aos poucos, parágrafo por parágrafo. Aplico o que sei e pesquiso o que esqueci ou desconheço.

Qual a mensagem que deseja transmitir ao leitor através do enredo que compõe  “As Seis Terras Sagradas – A Saga de Hadizat”?

Vanessa Araújo -Ante as adversidades, a fé é imprescindível. E, imerso em fé, o homem tem poder para ser e fazer o que deseja.

Conte-nos um pouco mais sobre o enredo do primeiro livro "As Seis Terras Sagradas - A Saga de Hadizat -Parte 1:Ziel-Dår e o Império das Sombras"  que compõe a trilogia, e já está disponível para compra.

Vanessa Araújo -“Ziel-Dår e o Império das Sombras” inicia narrando o grande amor e infortúnio vividos pelos pais de Hadizat, a Chama Sagrada, assim como seu nascimento. Aos oito anos de idade, ela é raptada pelo Lorde das Sombras, Döhr-Kiah, usurpador da Sexta Terra Sagrada do Mundo Enérgico, Ziel-Dår. Ele apaga sua memória e se faz passar por herói, a fim de incluí-la no exército que formou com outros jovens raptados, desmemoriados e iludidos. Embora cresça nessa condição, ela encontra um cúmplice em seu mentor, Nero, uma amiga, Moann, e Döhr-Yager, filho de Döhr-Kiah, com quem vivencia um amor proibido. Apesar das mentiras e de desconhecer sua verdadeira identidade, Hadizat não cede à escuridão e causa, no final, uma catástrofe nesse império sombrio.

Qual a previsão para lançamento do segundo livro?
Vanessa Araújo - Maio 2017

Podes nos contar um pouco mais sobre a parte 2: "Naish é Revelada" ?

Vanessa Araújo -Naish é Revelada” inicia com a chegada dos sobreviventes de Ziel-Dår ao Mundo Físico. Nele, Hadizat faz novos companheiros e, sob uma circunstância impensável, reencontra o amado. Vários personagens são introduzidos, como Wolpak, um engraçado e emotivo guerreiro; Aelin, uma harpia ousada que abandona sua severa tribo; Ioràn, um sábio, amoroso e misterioso monge; e Saza, um cômico e louco demônio Gazir. Também são descritos, detalhadamente, o Mundo Físico (seus seres, costumes e crenças), as mais diversas castas de demônios e os kamarianos. Durante a missão de, ao lado dos companheiros, convencer os povos a guerrear para retomar as Seis Terras Sagradas, Hadizat finalmente descobre a verdade sobre si e volta à terra em que viveu até seus oito anos, Naish.

Onde podemos comprar o seu livro?

Vanessa Araújo -O livro pode ser adquirido nas livrarias: Cultura e Saraiva. E, no formato Ebook, na Amazon: https://www.amazon.com.br/dp/B01070JWA6
Página do Facebook:

Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista. Muito bom conhecer melhor a escritora Vanessa Cruz de Araújo. Agradecemos sua participação na Revista Divulga Escritor. Que mensagem você deixa para nossos leitores?

Vanessa Araújo -Uma linda mensagem de Ziraldo, “O livro é o alimento da alma”.

por Shirley M. Cavalcante (SMC)

Nenhum comentário:

Postar um comentário