.

.

.

.

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Brasil tem Novo Ministro da Cultura

Cineasta João Batista de Andrade é o novo Ministro da Cultura
O cineasta João Batista de Andrade é o novo Ministro da Cultura do Brasil. Ele era secretário-executivo da pasta e assumiu interinamente o comando do Ministério, após a renúncia do Senador Roberto Freire.
Batista havia sido convidado a substituir Manoel Rangel na presidência da Ancine (Agência Nacional do Cinema) a partir de maio. Entretanto, com a renúncia de Freire na última quinta (18/5), precisa assumir o MinC, de acordo com o previsto no regimento da pasta.
Aos 77 anos, Andrade acumula mais de 50 anos de carreira no cinema. Seu filme mais famoso é “O Homem que Virou Suco” (1980), que trata de um poeta retirante (José Dumont) que chega a São Paulo.
Seu novo cargo foi publicado no Diário Oficial da União de segunda-feira (22/5).
De acordo com o MinC, não há prazo para que um ministro oficial seja nomeado. E, diante do cenário político turbulento do país, é provável que isto nem sequer aconteça.
As denúncias de corrupção, por sinal, foram citadas por Freire como razão de sua renúncia.
“Tendo em vista os últimos acontecimentos e a instabilidade política gerada por fatos que envolvem diretamente a Presidência da República, eu, Roberto João Pereira Freire, decido em caráter irrevogável renunciar ao cargo de Ministro de Estado da Cultura”, o senador declarou, em sua carta para o presidente da República Michel Temer.
Vale lembrar que o ministro anterior, Marcelo Calero, também tinha renunciado, citando como razão assédio para se tornar corrupto.
A dança das cadeiras no Ministério
Entre 85 e 90, José Sarney: 05 Ministros em seis anos, ou seja, média de um por ano; 
91 e 92, Fernando Collor: 02, mantendo a média de um por ano; 
Itamar assumiu e em dois anos, 93 e 94, nomeou três; 
FHC assumiu em 95 até 2007 foi uma exceção, mantendo um único Ministro; Em cinco anos de Lula, 2008 até 2012, foram dois; 
Com Dilma, de 2012 até 2016 quatro Ministros; 
Agora com Temer, em 24 de maio de 2016 ele nomeou Marcelo Calero, em 18 de novembro de 2016 Roberto Freire até 18 de maio deste ano.
Segunda, dia 22, assumiu interinamente João Batista de Andrade. Ou seja, talvez venha outro aí pelo caminho...

Nenhum comentário:

Postar um comentário