Fenearte 2018 homenageia Mestre Salustiano e vende ingressos pela internet

julho 03, 2018

A Fenearte conta com 800 estandes de todos os estados do Brasil e de 22 países (Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press)

G1

Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte) começa no dia 4 de julho e conta com três novidades para o público: a homenagem ao Mestre Salustiano, uma área gastronômica dedicada a cervejas artesanais e a venda de ingresssos pela internet. Os tickets podem ser adquiridos no site da feira ou por meio do aplicativo Fenearte 2018.

Este ano, mais de 5 mil expositores e artistas participam da feira. São mais de 800 estandes, com artesanato de todos os estados do Brasil e de 22 países. A participação inédita fica por conta de Itália, Egito, Países Baixos e Polinésia Francesa. A expectativa dos organizadores é receber 300 mil visitantes.
A feita conta também com a realização de oficinas inéditas gratuitas, palestras, acesso ampliado ao público e espaço infantil para os filhos dos expositores e artistas.

As oficinas oferecidas fazem alusão à obra do Mestre Salustiano, grande homenageado da edição do evento. Serão ofertadas 112 oficinas, que englobam os primeiros passos na dança popular, o bordado de gola de maracatu e técnicas artesanais para produzir e tocar rabeca.

O evento conta, ainda, com atrações como shows, mostra de decoração, apresentações culturais, teatro infantil, ações de cidadania, pontos de reciclagem, praça de alimentação e seis praças de descanço.
As tribos indígenas Funiô, Xukuru, Kambiwá, Pankararu, Atikum, Kapinawá, Pataxó e eKatiti-xocó também marcam presença no evento.

Durante o período de realização da feira, vão acontecer os jogos das quartas de final, a semi-final, a disputa pelo terceiro lugar e a grande final da Copa do Mundo. Nesses dias, os visitantes poderão assistir aos jogos nos telões da praça de alimentação e do mezanino da feira.

No andar superior vai acontecer, ainda, rodadas de negócios internacionais, coordenados pela Agência de Desenvolvimento de Pernambuco (AD Diper).

Homenagem ao Mestre Salustiano

A Alameda dos Mestres Janete Costa forma o tapete vermelho, tradicional abre alas do evento, que vai reunir 64 mestres e mestras do artesanato pernambucano, em um mergulho pelas tradições de cada região do estado. Os artistas serão reverenciados como resistência e afirmação da identidade pernambucana.

A cenografia do local envolve uma riqueza de detalhes que compõem o universo do Mestre Salustiano, como a rabeca, ícone do maracatu rural, o estandarte do Piaba de Ouro, o cavalo marinho e o seu inseparável chapéu de palha.

Todos esses elementos estão cercados por uma iconografia que remete à Zona da Mata de Pernambuco, região de origem de Mestre Salustiano.

O cenário conta com flores carregadas pelos lanceiros na boca durante a jornada e painéis fotográficos que formam um canavial, enriquecidos por pés de cana de açúcar naturais. O projeto cenográfico é assinado por Carlos Augusto Lira.

Outro ponto alto da homenagem é o espaço Legado Mestre Salu, que oferece uma exposição dos figurinos do Maracatu Piaba de Ouro, estandartes da agremiação, documentários sobre a vida do homenageado e peças do acervo da família, incluindo rabecas usadas pelo Mestre Salustiano.

Próximo à bilheteria do evento, acontece também uma exposição tripla. Juntos, o Salão de Arte Popular Ana Holanda e o Salão de Arte Popular Religiosa somam 70 peças expostas no evento. Há, ainda, outras 50 peças que integram a Galeria de Reciclados.

Cervejas artesanais

O destaque do mezanino da Fenearte é a criação de um pequeno polo gastronômico dedicado a cervejas artesanais. O espaço vai abrigar o Boteco Apecerva, iniciativa da Associação Pernambucana das Cervejarias Artesanais, que reúne mais de 15 marcas de cervejas locais.

Espaço Interferência Janete Costa

O Espaço Interferência Janete Costa recebe palestras gratuitas entre os dias 5 e 13 de julho. Os debates abordam temas como design, artesanato, mercado, gastronomia e moda. As palestras têm duração média de 60 minutos e o espaço, capacidade para até 70 pessoas sentadas.

Para participar das palestras, os visitantes precisam retirar a senha de acesso no local, pelo menos uma hora antes do início.

Na área acontece, ainda, uma exposição das arquitetas Bete Paes e Roberta Borsoi, que apresentam novas aplicações do artesanato em pequenos ambientes intimistas, apontando um casamento entre peças do mobiliário contemporâneo e o artesanato. Também haverá um intercâmbio de experiências com os mestres Juão de Fibra (DF) e Lupércio dos Anjos (MT)

Confira a programação das palestras da Fenearte:

Dia 5 de julho (quinta-feira), às 14h – Artesanato de Raiz & Mercado, com Sonia Quintella, presidente do Conselho de Artesol SP
Dia 6 de julho (sexta-feira), às 18h – Design como Processo, com Paula Dib, designer paulistana
Dia 7 de julho (sábado), às 18h – Finalização de Projetos e Produção Editorial, com AldiFlosi, produtor de São Paulo
Dia 9 de julho (segunda-feira), às 18h – Feiro no Nordeste, com Rodrigo Ambrósio, designer alagoano
Dia 10 de julho (terça-feira), às 18h – Processo Criativo Usando Artesanato como Base, com Melkzda, estilista pernambucana.
Dia 13 de julho (sexta-feira), às 18h – Cozinha e Artesanato: Artes feita à mão, com Carlos Bertolazzi (SP), Cesar Santos e Claudemir Barros (PE).
Passarela Fenearte
A Passarela Fenearte é um espaço de divulgação do trabalho de criadores locais e estudantes de moda de todo o estado. Durante os 12 dias de evento, acontecerão 16 desfiles de moda. O acervo do figurino Maracatu Piaba de Ouro e do Cavalo Marinho Boi Matuto fará a abertura do espaço.

Os desfiles acontecem no mezanino, sempre às 18h e às 19h, e contam com produções das estilistas Xuruca Pacheco, Luciana Queiroga com a marca Olivia Shibori, Catarina de Jah e Marta Lima.

Alunos das principais faculdades de moda do estado e integrantes de projetos coordenados pela Secretaria Estadual da Mulher também mostrarão suas criações.

Para este ano, a Passarela Fenearte ganha uma área maior e um novo formato.

Aplicativo
Pelo segundo ano, o público vai poder contar com o aplicativo da Fenearte, que desta vez também permite a compra do ingresso na plataforma. O aplicativo já está disponível para aparelhos com sistemas Android, IOS e Windows Phone e pode ser baixado neste link.


A plataforma foi desenvolvida por um grupo de 17 alunos do primeiro e segundo anos do curso técnico de desenvolvimento de sistemas da Escola Técnica Estadual Ministro Fernando Lyra, em Caruaru.

Você pode gostar também

0 comentários