O Mistério do Relógio na Parede - por Mary Queiroz

setembro 27, 2018


Poderia ter sido ao menos cativante

Constantemente temos a oportunidade de conferir nos cinemas filmes adaptados de obras literárias que geralmente usam a fantasia para desenvolver mundos mágicos e criaturas peculiares. Assim foi agora com O Mistério do Relógio na Parede, uma adaptação do livro de John Bellairs, lançado em 1973. Era esperado uma trama no mínimo peculiar, já que vamos acompanhar o personagem Lewis (Owen Vaccaro), um garotinho que  acaba de perder seus pais e vai morar em outra cidade com o tio Jonathan Barnavelt (Jack Black), mas que não faz idéia  que seu tio e a sua vizinha da casa ao lado Sra. Zimmerman (Cate Blanchett), são na verdade, feiticeiros. Infelizmente, logo de início já sabemos o que está por vir, pois temos uma trama focada em apelar para a comédia com o intuito de divertir enquanto vai introduzindo alguns artifícios fantásticos. Nada contra a esta estratégia se na medida que isso fosse acontecendo, a gente pudesse acompanhar o desenvolvimento dos personagens, mas a trama se resume somente a mostrar a dificuldade de adaptação e aceitação que o garoto enfrenta na escola e como ele tem o primeiro contato com a magia, para depois usar isto como forma de cativar e ser aceito no ciclo de amizade de seu colega na escola. Nas várias tentativas de mostrar o lado emocional dele e como ele se sente com relação a ausência dos pais, a proposta do roteiro vai ficando cada vez menos  interessante por tentar sustentar uma trama empurrando sentimentos de perdas envolvendo também outros personagens.


Jack Black e Cate Blanchett ,  conseguem deixar o filme mais atrativo. Embora na trama a cumplicidade existente entre seus personagens seja notável, é pouco trabalhada e comprometida por diálogos rápidos. O lado excêntrico  do personagem de  Jack também é pouco desenvolvido e quando ele ganhou destaque foi sempre em situações semelhantes, já o drama interior que a personagem de Cate carregava, ganhou um bom destaque e se fez necessário para o desfecho final.


O mistério do Relógio na Parede tem uma reconstituição de época espetacular e muitos efeitos interessantes, além de cenários grandiosos e uma mansão mágica rica em elementos que mexem com nossa imaginação, mas que infelizmente serviram somente para que seus personagens pudesse dar continuidade as sequencias de cenas onde eles faziam feitiços que dava certo e as vezes não, até chegar o momento mais conveniente para unirem forças, mostrar mais uma vez suas habilidades e usarem seus poderes e por fim ao plano do vilão e desvendar o grande mistério do relógio. Nada muito original, chega a ser muito entediante principalmente quando o público percebe que faltou habilidade para contar a história do garoto que acabava por vir a descobrir um mundo novo, um universo onde ele desenvolveu a capacidade de utilizar magia  para fazer coisas grandiosas, se aperfeiçoar até tornar-se um grande feiticeiro. No fim, o que prevalece é a  sensação que tudo que assistimos,  já conhecemos de outras obras de fantasia. O  garoto, o feiticeiro excêntrico e o vilão que quer dominar e acabar com tudo num resultado final que poderia ao menos ser cativante.


O 5º Festival de cinema de Caruaru


O 5º Festival de cinema de Caruaru acontece dos dias 11 a 16 de novembro no Teatro Difusora em Caruaru. Exibições a partir das 18h.
Confira a lista de filmes selecionados para a quinta edição do Festival de Cinema de Caruaru:

MOSTRA BRASIL DE LONGAS-METRAGENS: Amores de Chumbo, dir. Tuca Siqueira, Drama, Recife - PE, 98'
Beiço de Estrada, dir. Eliézer Rolim, Drama | Comédia, João Pessoa - PB, 104'
Christabel, dir. Alex Levy-Heller, Drama | Fantasia, Rio de janeiro -RJ, 112'
Quem Mora Lá, dir. César Vieira, Conrado Ferrato e Rafael Crespo, Drama, São Paulo-SP, 70'
Pesado - que som é esse que vem de Pernambuco?, dir. Leo Crivellare, Musical, Recife - PE, 100'

MOSTRA BRASIL DE CURTAS-METRAGENS: Bolha, dir. Julia Duarte, Drama, Aracaju - SE, 8', L
Distúrbio, dir. Claudia Pinheiro, Drama | Thriller, São Paulo - SP, 15', 16
Oceano, dir. Amanda Pontes e Michelline Helena, Drama | Comédia, Fortaleza - CE, 18’ L
Aquarela, dir. Thiago Kistenmacker e Al Danuzio, Drama, São Luís - MA, 15', 18
Tenha um ótimo dia, dir. Willy Hajli, Drama, São Paulo - SP, 12', L
O Homem na Caixa, dir. Ale Borges, Alvaro Furlone e Guilherme Gehr, Drama | Suspense, Rio de Janeiro - RJ, 19'
Na Pisada, dir. Sergio Santos, Musical, Recife - PE, 11'
Asra, dir. Caio Cortonesi, Drama, Brasília - DF, 15'
Eu Sou o Super-homen, dir. Rodrigo Batista, Drama|Aventura, São Paulo - SP, 19'
Nova Iorque, dir. Leo Tabosa, Drama | Fantasia, Recife - PE, 20', 10
Casa Cheia, dir. Carlos Nigro, Horror | Drama, Recife - PE, 14', 12
O Colecionador de Coisas Miúdas, dir. Marcos Buccini, Drama | Fantasia, Recife - PE, 11', L
O Esquema, dir. Caio Dornelas, Drama | Político, Goiania - PE, 12', L
Ao Final da Conversa Eles se Despedem Com Um Abraço, dir. Renan Brandão, Drama, Rio de Janeiro - RJ, 19', 16
Entremarés, dir. Anna Andrade, Drama, Recife - PE, 20', L
[IN]Sustentável, dir. Julio Castro e Seo Cruz, Político | Musical, Natal - RN, 12', L

MOSTRA AGRESTE DE CURTAS-METRAGENS: Avalanche, dir. Leandro Alves, Drama, Arapiraca - AL, 20', 12
Geronimo, dir. Anny Stone, Drama, Recife - PE, 15', L
Baldia, dir. Renna Costa, Experimental | Musical, Caruaru - PE, 10', 16
A Última Surpresa, dir. Benício Júnior, Drama | Teen, Caruaru - PE, 19', 12
Ela é Artista, dir. Vanderson Santos, Drama | Experimental, Caruaru - PE, 16', 14
Vendo, dir. João Vigo, Drama, Recife - PE, 19', 14
Rasga Mortalha, dir. Pattrícia de Aquino, Drama, São Domingos do Carirí - PB, 15', L
Fogaréu, dir. Danilo Victor, Experimental, Arací - BA, 3', L
A Alma Ainda Fica, dir. Bruna Guido, Drama, Pôcinhos / Campina Grande - PB, 14', 10

MOSTRA UNIVERSITÁRIA DE CURTAS-METRAGENS: Renda Renascença: História e Surgimento, dir. Brenda Araújo Conrado, Poção – PE, 14’, L
Da Vila à capital do agreste, dir. Edward Alejandro, Caruaru – PE, 13’, L
Quatro Olhos, dir. André Felipe, Caruaru – PE, 2’, L
ONE LIFE, dir. Elifas Levi, Caruaru – PE, 5’, L
Aurora, dir. Twany Santos, Caruaru – PE, 14’, L
Retrato, dir. Thaiza Ferreira, Gravatá – PE, 2’, L
Ciclia, dir. José Alex dos Santos, Caruaru – PE, 2’, L
O Véio, dir. Carlos Luiz de Assis, Caruaru – PE, 1’, L
O Sonho de um Romeiro com Padre Cícero Romão, dir. Paulinho Silva, Caruaru – PE, 6’, L
Rubra, dir. Direção Coletiva, Caruaru – PE, 10’, 12
Humanequim, dir. Antonio Vasconcelos, Caruaru – PE, 4’, 14

MOSTRA INFANTO -JUVENIL DE CURTAS-METRAGENS: Menine, dir. Rafael Caldo, São Paulo - SP, 14’
Chapeuzinho de Todas as Cores – O Escuro, dir. Camila Kauling e Paolo Conti, Florianópolis - SC, 7’
Metamorfose, dir. Jane Carmen Oliveira, Pedro Leopoldo - MG, 5’
A Câmera de João, dir. Tothi Cardoso, Aparecida de Goiânia - GO, 20’
O Malabarista, dir. Iuri Moreno, Goiânia - GO, 10’
O Menino Leão e a Menina Coruja, dir. Renan Montenegro, Brasília - DF, 16’
Solo, dir. Alailson Bernardo, Goiânia - GO, 14’, 12
Agora se Vira, Meu Bem, dir. Elisa Aleva, São Paulo - SP, 10’
Caranguejo Homem, dir. Aline Pellegrini e Wallysson Mota, São Paulo - SP, 17’
Batidas, dir. Thiago Henrique Sena, Fortaleza - CE, 15’
Cravo, Lírio e Rosa, dir. Maju de Paiva, Rio de Janeiro - RJ, 20’

MOSTRA IBERO-AMERICANA DE CURTAS METRAGENS: Dulce Hogar, dir. Giovana Olmos, México, 9’
Cinzas, dir. Célia Fraga, Portugal, 15’
Un Oscuro Dia de Injustica, dir.
Daniela Fiore e Julio Azamor, Argentina, 10’
From The Same Thread, dir.
Antonia Pina e Loréne Friesenbichler, Espanha, 3’
Paulina, dir. Lucia Lalor, Argentina, 19’
Elena, dir. Ayerim Villanueva, Costa Rica, 20’
Memorandum, dir. Jennifer Lara, Chile, 15’
Las Mujeres Invisibles, dir. Pablo Cruz Villalba, México, 16’
Evstronger, dir. Silvia Conesa, Espanha, 3’
Leo, dir. Herman Delgado, Portugal, 4’
Írma, dir. Alejo Schettini e Germán Tejeira, Uruguay, 5’

MOSTRA ESPECIAL CARUARU: Musa, dir. Luciano Torres, Caruaru - PE, 8’, L
Sem Aplausos, dir. Abraão Villa Nova, Caruaru - PE, 16’

PROGRAMA CLUBE DO FILME

Neste sábado, às 13h, tem o  Programa  Clube do Filme, pela Rádio Cultura do Nordeste AM 1.130, apresentado por Edson Santos e Mary Queiroz. Será um programa muito especial, pois estaremos comemorando os 70 ANOS DE TEX WILLER, lendário personagem do velho oeste das histórias em quadrinhos. Nos estúdios da Rádio, teremos a presença de Zenaldo Nunes – Pesquisador e Colecionador- e Bento Gomes – Fotógrafo e Cosplay-. Vamos traçar um perfil das festividades que acontecem no Brasil e no Mundo, toda a movimentação referente á essa data histórica deste personagem icônico nas HQs. Tudo isso e muito mais no programa. Imperdível!

Clube do Filme no YouTube


O programa também recebe os responsáveis pelo Canal do Blog do Paulo Nailson, Paulo e Petryk Lucas, vão entrar na roda de conversa abordando a edição do programa de estréia desta coluna no Canal, que ocorrerá ainda no sábado, à noite. Os bastidores da gravação e finalização, o que rolou que não vai ser exibido, curiosidades serão reveladas.

Acompanhe pelo site: www.radioculturadonordeste.com.br
Assista ao vivo pela LIVE do facebook: www.facebook.com/RadioCultura1130

ESTREIA DA SEMANA

O QUE DE VERDADE IMPORTA

O Que de Verdade Importa reverterá venda de ingressos para instituições de assistência ao câncer infantil no Brasil

O engenheiro Alec Bailey (Oliver Jackson-Cohen) mora em Londres e tenta, sem muito êxito, ganhar a vida consertando eletrodomésticos, mas sua situação financeira está cada vez pior. Inesperadamente, surge Raymond Heacock, um tio desconhecido que lhe propõe quitar todas as dívidas, desde que Alec se mude para uma pequena cidade na Nova Escócia, no Canadá, por pelo menos um ano. Desconfiado, mas sem muitas opções, ele aceita a proposta do tio e inicia uma incrível jornada de descoberta, aprendizado e redenção. Tudo começa quando ele conhece Cecília (Camilla Luddington), a veterinária da cidade. Ela se oferece para fazer um anúncio atrativo e de duplo sentido para oferecer os trabalhos de Alec, levando os moradores a acreditar que ele tem o dom da cura.

O filme dirigido por Paco Arango, O que de Verdade Importa está chegando aos cinemas brasileiros, e com uma iniciativa solidária. Inspirado pelo astro Paul Newman (A Cor do Dinheiro), que ajudou milhares de crianças ao redor do mundo, Arango decidiu reverter a renda arrecadada pelo longa em doações para sete organizações brasileiras que dão apoio e assistência à famílias afetadas por câncer infantil.
Arango também é presidente da Fundação Aladina, que faz o mesmo trabalho que as instituições recipientes aqui no Brasil. A produção já arrecadou mais de 2,5 milhões de espectadores em países latinos, acumulando cerca de US$ 10 mihões de dólares para a iniciativa beneficente.

O longa segue o engenheiro Alec Bailey, interpretado por Oliver Jackson-Cohen (O Corvo), em sua mudança de Londres para o Canadá, onde conhece Cecília, vivida por Camilla Luddington (Grey's Anatomy). Os dois criam um anúncio para oferecer os trabalhos do inglês, mas a falta de informações faz com que a população ache que ele tem o dom da cura. O elenco ainda conta com Jonathan Pryce, o High Sparrow de Game of Thrones e Jorge Garcia, o Hurley de Lost.

PÉ PEQUENO

Um yeti, criatura conhecida como o Abominável Homem das Neves, está indo na contramão do que todos os seus semelhantes acreditam: ele tem a certeza que os seres humanos, para eles até então um mito, realmente existem, mesmo que todos da sua espécie neguem com veemência. Mas ele não irá desistir tão fácil de provar sua tese.

Filme de animação computadorizada e Comédia americano 2018 em 3D da Warner Animation Group. Este filme será escrito e dirigido por Karey Kirkpatrick baseado em uma história de Sergio Pablos. O filme estrelou as vozes de Channing Tatum, James Corden, Zendaya, Common, LeBron James, Gina Rodriguez, Danny DeVito, Yara Shahidi, Ely Henry e Jimmy Tatro.

Confira o Trayler:


Você pode gostar também

0 comentários