Raquel Lyra implanta em Caruaru Sistema Unificado de Administração Pública

novembro 08, 2018

Secretário Municipal de Educação, Rubenildo Moura, Secretária de Administração, Margarida Lima, presidente do Poder Legislativo Municipal, Lula Torres, prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, e o reitor do IFRN, professor Wyllys Farkatt Tabosa. Foto: Jorge Farias.
Em audiência na tarde de hoje (8), na Prefeitura de Caruaru, a prefeita Raquel Lyra, assinou acordo de cooperação para cessão de uso do Sistema Unificado de Administração Pública (Suap). O acordo também foi assinado pelo reitor do IFRN, professor Wyllys Farkatt Tabosa com a presença do diretor de Tecnologia da Informação do IFRN, André Duarte, o secretário municipal de Educação de Caruaru, Rubenildo Moura, o presidente da Câmara, Lula Torres, a secretária de Administração, Margarida Lima, e o secretário executivo de Educação, Allan Torres. A prioridade é que o sistema seja aplicado na gestão de dados das escolas do município.

“Somos uma instituição pública que trabalha para a sociedade brasileira. Nosso objetivo é que a administração pública seja mais célere e mais eficiente. Nesse sentido, parabenizamos o protagonismo da prefeitura de Caruaru na adoção do Suap”, destacou o reitor Wyllys Farkatt.


Raquel Lyra fez questão de elogiar o sistema criado no IFRN. “Saber que termos um sistema gratuito é fantástico. Vai permitir que a gente invista dinheiro em outras ações estruturantes das nossas escolas”, comemorou. De acordo com a prefeita, há dois anos a equipe administrativa buscava as formas de contratar um sistema como o Suap. “A previsão é que no próximo ano a gente já esteja utilizando o Sistema, começando pelos módulos de organização escolar, Recursos Humanos e Patrimônio”, explicou Allan Torres.

O Suap é um software administrativo desenvolvido pelo IFRN e adotado hoje por 32 instituições em todo Brasil, entre Institutos Federais, Ministério da Cultura, Escola Nacional de Administração Pública (ENAP) e Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), do Ministério da Defesa. Dividido em módulos, ele oportuniza gestão de dados como criação e trâmite de processos eletrônicos, registro de frequência através de ponto eletrônico, controle de almoxarifado e de agendamento de salas, além de informações acadêmicas a exemplo de acompanhamento de matrículas, notas, cursos e outros.

Você pode gostar também

0 comentários