HOMEM-FORMIGA E A VESPA

julho 12, 2018


Agradável, divertido e leve, o filme nos leva a mais pura diversão!

Em 2015, o Homem-Formiga entra para o Universo Cinematográfico da Marvel, conseguindo ser um sucesso assim  como Vingadores - O Filme, Capitão América – O Primeiro Vingador, Homem de Ferro e tantos outros. A proposta não era fazer um filme estrondoso, com bilheteria estratosférica, até porque seu orçamento ficou na casa de algo em torno de U$ 130 milhões e com uma surpreendente arrecadação superior a U$ 500 milhões. O Diretor Peyton Reed, oriundo de comédias com sucesso mediano, como Sim Senhor(2008) e Separados Pelo Casamento(2006), acerta a mão ao misturar ação desenfreada, Reino Quântico, miniaturização e de quebra uma pitada de drama familiar. O super-herói cativou o público.



Vale lembrar que  Homem-Formiga, apesar de seu filme ser considerado um coadjuvante no Universo Cinematográfico da Marvel, nos quadrinhos ele tem uma importância relevante na primeira formação dos Vingadores. Hank Pym é considerado um dos maiores gênios neste Universo e suas Partículas Pym foram revolucionarias na trajetória de sua história.

Homem-Formiga aparece  também em Capitão América – Guerra Civil (2016) e demonstra suas qualidades em aumentar de tamanho, fato novo e esperado por todos os fãs. Uma aparição de peso e tamanho, com permissão do trocadilho. Agora, ele está de volta em seu novo filme solo, aliás, não tão solo assim, pois passados dois anos depois dos eventos de Capitão América: Guerra Civil e antes dos acontecimentos de Vingadores: Guerra Infinita, Scott Lang, agora em prisão domiciliar, tenta equilibrar sua vida doméstica como um pai e com suas responsabilidades como Homem-Formiga, mas quando Hope van Dyne e Hank Pym apresentam a ele uma nova missão para revelar segredos de seu passado, Lang se une a Van Dyne como a nova  Vespa.


Filme necessário, afinal após os eventos de Vingadores-Guerra Infinita, precisávamos de um certo alívio nesse momento,  porque o personagem não aparece juntos com Os Vingadores e sua ausência deveria ser justificada em seu filme solo. Questão  bem estabelecida e explicada sem tomar muito tempo, sem muitos rodeios,  para ficarmos sabendo porque o Scott Lang não está ajudando os Vingadores na guerra contra  Thanos. Daí temos uma boa história, sem dúvida, com a mesma  veia cômica do primeiro filme e me atrevo a dizer que é até bem mais engraçada, permitindo que a narrativa focasse também em conflitos familiares, dramas pessoais, investimentos no futuro, perdas, buscas e  recompensas, construindo  varias subtramas, as quais não deixam o expectador em nenhum momento confuso.


Em Homem-Formiga e a Vespa as atuações convencem e  Paul Rudd como Scott Lang/Homem-Formiga, está impecável e bem mais superior ao primeiro filme. Evangeline Lilly perfeita no papel de Hope Van dyne/A Vespa. Sua presença enche a tela não só pela sua beleza, mas principalmente pelo seu talento interpretativo. Sua química com Paul Rudd é muito boa,  apesar do Homem-Formiga não ter tantas cenas de ação, as da Vespa compensam e muito reforçando a ideia de que o filme  foi feito para ser  dela tanto com é do Homem-Formiga. Michael Douglas também, impecável, nos encanta com um de seus papeis mais dramáticos. Como o cientista Hank Pym, Douglas dá ao seu personagem uma dramaticidade, algo de uma forte dor pela perda de sua amada no Reino Quântico ao se sentir culpado por isso.  Chamo a atenção para uma cena dele com Paul Rudd que é simplesmente hilariante. Acredito que o Paul Rudd sabe como manter uma boa química com seus parceiros, pois todos que contracenam com ele, estão muito bem, aclamando aqui a participação da garotinha Cassy, filha do Scott, a atriz mirim Abby Ryder Fortson  onde tem uns diálogos bem divertidos e carinhosos com o pai, demonstrando toda sensibilidade que a trama exigia. 


Não posso deixar de ressaltar os três amigos do Scott, em especial o personagem Luis, magistralmente interpretado de novo pelo ator Michael Peña, está simplesmente divertidíssimo e carismático, mais ainda que no primeiro filme.  E a Michelle Pfeiffer como Janet Van Dyne, mostra seu brilho próprio e intenso, apesar de pouco aparecer, suas cenas são fortes, impactantes devido ao seu peso interpretativo. Temos também a presença da atriz Hannah John-Kamen, a Ghost, que  até se esforça em ser  a vilã, porém  temos um pequeno dilema devido ao despreparo, onde não soube dar a dramaticidade exigida pela personagem e mesmo sendo rica em camadas e conflitos pessoais causados por um trauma sofrido na infância,a  atriz não convence ao se exigir dela, uma dose maior de interpretação, conseguindo nos entregar somente uma vilã um tanto mediana sem muito a acrescentar.

Com direito as cenas pós-créditos extremamente relevantes e de vital importância, faz pontes com acontecimentos passados e futuros do  Universo Cinematográfico da Marvel, convence o espectador a esperar grandes surpresas com as novas produções que vem por aí. Homem-Formiga e a Vespa é  um daqueles filmes gostosos de se ver, nos levando a desejar rever mais de uma vez tanto  pelo brilhante trabalho do diretor Peyton Reed, como por todos os acontecimentos que motivam os heróis a enfrentarem suas missões com compromisso e responsabilidade onde são sempre testados a se superar nos desafios e ameaças que rodeiam suas vidas e a vida das pessoas ao seu redor. 

Agradável, divertido e leve, o filme nos guia por uma gostosa diversão do início ao fim.
#Assista
#HomemFormigaeaVespa
#Filmenotanove

PROGRAMA CLUBE DO FILME


Neste Sábado, a partir das 13h, vai ao ar pela Rádio Cultura do Nordeste AM 1130, o PROGRAMA CLUBE DO FILME. Apresentado por Edson Santos e Mary Queiroz, receberá nos estúdios da Cultura, a presença de Hugo Tenório, do Grupo LARP CARUARU para falar sobre um Torneio Medieval que acontece no domingo, dia 15/07 no Parque Municipal Ambientalista Severino Montenegro.

Teremos ainda, a participação de Alef Robson, da Loja Epic Player abordando o tema: As Novidades da E3 - Electronic Entertainment Expo, Feira internacional que acontece anualmente na Califórnia e reúne a meca do mundo do entretenimento de games.

Acesse: www.radioculturadonordeste.com.br
  
ESTREIAS DA SEMANA
 HOTEL TRANSYLVÂNIA 3: FÉRIAS MONSTRUOSAS


Conde Drácula (Adam Sandler) Mavis (Selena Gomez) Jonathan (Andy Samberg), e o resto da turma decidem sair de férias em um luxuoso cruzeiro Monstro onde acaba se apaixonando pela capitã do navio Erika. No entanto ela é secretamente bisneta de Van Helsing o temido caçador de monstros e inimigo de Drácula, cegado pelo amor. Cabe a Mavis e a turma salvar o navio e impedir Erika e salvar Drácula antes que seja tarde demais.
É o terceiro filme da franquia Hotel Transylvania e a sequência do Hotel Transylvania 2 (2015). Dirigido por Genndy Tartakovsky. O filme foi escrito por Tartakovsky e Michael McCullers, e conta com os papéis reprisados de Adam Sandler, Andy Samberg, Selena Gomez, David Spade, Steve Buscemi, Molly Shannon, Keegan-Michael Key, Kevin James, Fran Drescher, Asher Blinkoff e Mel Brooks. Lançamento da  Columbia Pictures.

ARRANHA-CÉU: CORAGEM SEM-LIMITE


Veterano de guerra e ex-líder de operações de resgate do FBI, Will Sawyer (Dwayne Johnson) se vê no meio de uma trama conspiratória que o coloca como responsável por incendiar o mais alto e seguro edifício de Hong Kong. Além de tentar limpar seu nome e encontrar os responsáveis pelo atentado, Sawyer também terá de lutar para resgatar a sua família que está no edifício.
As filmagens ocorreram entre agosto e novembro de 2017 na província Colúmbia Britânica, no Canadá. As filmagens principais tiveram início no dia 14 de agosto em Vancouver.

ARRANHA-CÉU: CORAGEM SEM-LIMITE tem estreia prevista para o dia 12 de julho no Brasil e em Portugal. Nos Estados Unidos, está programado para ser lançado no dia 13 de julho nos formatos convencional e 3D.

Confira o Trailer:




Você pode gostar também

0 comentários